loading image

Suado! Atlético vence Danubio, evita surpresa e pegará outro uruguaio na próxima fase

X

Suado! Atlético vence Danubio, evita surpresa e pegará outro uruguaio na próxima fase


Foto: Washington Alves

Equipe alvinegra abre 3 a 0 com menos de 30 minutos, mas sofre dois gols e passa susto

Repórter Luiz Gustavo

Jogando na noite de ontem (12) com a Arena Independência completamente lotada, com um público de 22.205 torcedores, o Galo começou a partida alucinante. Foram três gols em 27 minutos e presságio de goleada. Mas não foi bem assim, como diz a torcida atleticana: “Se não for sofrido, não é Galo”. Após falha defensiva do Atlético, o Danubio-URU acordou para a partida, diminuiu o prejuízo e foi em busca do empate. Torcida apreensiva, pressão, discussões, empurra-empurra, jogo com cara de Libertadores e classificação no sufoco.

Com futebol objetivo e buscando o gol, o Atlético abriu o placar com Luan aos 14 minutos. Em chute de Cazares, o goleiro Cristóforo rebateu e o “Menino Maluquinho” aproveitou o rebote e mandou para a rede de cabeça. De pênalti, 11 minutos depois, Ricardo Oliveira ampliou. Insaciável, o centroavante, em lindo passe de Cazares, tirou do goleiro e marcou mais um aos 27. Foi o 4º gol do experiente jogador na competição e o 18º em toda história do atleta na Copa Libertadores, ultrapassando Pelé e Robinho no ranking de artilheiros brasileiros na competição.  Com a partida praticamente definida, Patric errou o bote e cometeu pênalti em Onetto, primeiro amarelado no jogo e gol de Grossmüller para o Danubio aos 46.

Para o segundo tempo, Levir Culpi sacou Patric, que saiu amarelado, e apostou no jovem lateral direito Guga. Com o gol no último minuto do primeiro tempo, a equipe uruguaia se animou e marcou o segundo em um golaço de Siles da intermediária, aos 12, sem chances de defesa para o goleiro Victor. Com o ímpeto apresentado pelo Danubio, a equipe alvinegra se assustou. Daí em diante, muita tensão em campo e nas arquibancadas. Chances desperdiçadas e bola na trave de Cazares. Aos 50 minutos, apito final e festa no Horto.

Na próxima fase o Atlético irá enfrentar o Defensor-URU, para disputar uma vaga na fase de grupos. A equipe uruguaia perdeu para o Barcelona de Guayaquil-EQU por 1 a 0, mas se beneficiou por uma vitória no tribunal. Devido à escalação irregular de um jogador do Barcelona na primeira partida, o jogo que havia terminado por 2 a 1 para os equatorianos, foi decretado pela Conmebol em 3 a 0 para o Defensor.

Atlético
Victor, Patric (Guga), Réver, Igor Rabello, Fábio Santos, Adilson, Elias (José Welison), Cazares, Chará, Luan (Maicon Bolt), Ricardo Oliveira. Técnico Levir Culpi

Danubio
Cristóforo, Sergio Felipe, Renzo Ramírez (Ghan), Goñi, Leandro Sosa, Siles, Montes, Dennis Olivera (Maicol Ferreira), Onetto, Grossmüller, Fede Rodríguez (Juan Gutiérrez), Técnico Marcelo Méndez

Curtinha – O Grêmio anunciou ontem (12) a contratação do atacante Diego Tardelli por três temporadas. Ídolo da torcida atleticana, Tardelli tinha proposta do Atlético, mas foi recusada pelo jogador. Segundo o técnico alvinegro Levir Culpi, a contratação do artilheiro ficou inviabilizada devido à alta pedida salarial, que seria em torno de R$ 1 milhão. Levir ainda acrescentou que o ambiente do grupo poderia ser afetado, pois o Atlético vive um momento de salários atrasados e o atacante viria com um peso enorme.

Outro post

X