loading image

Rodriguinho marca, Fábio é mais uma vez decisivo e Cruzeiro vence Huracán na Argentina

X

Rodriguinho marca, Fábio é mais uma vez decisivo e Cruzeiro vence Huracán na Argentina


Foto: EFE/ Juan Ignacio Roncoroni

Sofrendo enorme pressão na segunda etapa, a equipe cruzeirense estreou na Copa Libertadores com uma importante vitória

Repórter Luiz Gustavo

Jogando no Estádio El Palacio, em Buenos Aires, o Cruzeiro venceu o Huracán por 1 a 0 nesta noite de quinta-feira (7). A partida foi marcada pela estreia das equipes brasileiras em jogos transmitidos apenas no Facebook. Com a novidade, o confronto chegou a ter 330 mil espectadores.

A capital Argentina, Buenos Aires, recebeu muita chuva durante o confronto, o que prejudicou o primeiro tempo por causa de poças d’água no campo. As equipes pouco conseguiam produzir apostando nas bolas alçadas na área, até uma jogada de extrema inteligência de Robinho, que lançou Rodriguinho por cima e viu seu companheiro se livrar da marcação para abrir o placar aos 29 minutos. Aos 46, o Cruzeiro ainda teve uma boa oportunidade com Egídio, mas o goleiro Antony Silva salvou.

O segundo tempo começou mais pegado e com a equipe argentina atacando. Cada vez mais recuado, o Cruzeiro deixava o Huracán tomar a iniciativa e se segurava na zaga. Aos 46, o atacante Chávez colocou a bola na rede, mas em posição irregular, teve o seu gol anulado. A estrela do goleiro Fábio passou a brilhar. A arbitragem deu 6 minutos de acréscimos que significaram pressão para cima do time cruzeirense. Alderete, livre na entrada da área bateu firme para a bela defesa do goleiro, na sequência, cara a cara com Barrios o goleirão abafou e ficou com a bola. Para finalizar e garantir a vitória celeste, em cabeçada de Salcedo, Fábio agarrou firme no meio do gol.

Com a vitória fora de casa, a equipe do técnico Mano Menezes garantiu três pontos na estreia e jogará o próximo confronto da competição na quarta-feira (13) contra o Deportivo Lara-VEN às 19h15min no Estádio Mineirão.

Huracán
Antony Silva, Chimino, Mancinelli, Salcedo, Alderete, Damonte (Toranzo), Rossi, Roa (Chávez), Auzqui (Javier Mendonza), Gamba, Lucas Barrios. Técnico: Antonio Mohamed

Cruzeiro
Fábio, Edílson, Léo, Murilo, Egídio, Henrique, Lucas Romero (Ariel Cabral), Robinho, Rodriguinho (Fabrício Bruno), Rafinha (Marquinhos Gabriel), Fred. Técnico: Mano Menezes

Outro post

X