loading image

Atlético sofre gol irregular, perde na volta ao Mineirão e inicia mal a fase de grupos

X

Atlético sofre gol irregular, perde na volta ao Mineirão e inicia mal a fase de grupos


Foto: EFE / Yuri Edmundo

Com futebol abaixo do esperado, Galo não consegue criar diante da retranca paraguaia

Repórter Luiz Gustavo

Jogando ontem (06) no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte, o Atlético foi surpreendido e começou mal a fase de grupos da Copa Libertadores. Com paciência e com a catimba costumeira, a equipe do Cerro Porteño-PAR calou o Mineirão e conquistou os três pontos com gol do atacante Diego Churín.

O Atlético voltou ao Mineirão como mandante após mais de um ano e meio, com o intuito de dar ao ser torcedor a oportunidade de acompanhar o time em um estádio maior. A equipe alvinegra levou ao estádio quase 40 mil torcedores (38.736), mas não foi o suficiente para vencer a tranquilidade e inteligência paraguaia. A equipe do Cerro veio ao Mineirão claramente buscando um empate, a vitória caiu como uma luva.

A equipe atleticana começou a primeira etapa buscando o jogo. Logo aos sete minutos colocou a bola na rede, mas o lance foi anulado. A arbitragem sinalizou a falta de dois toques, mas na cobrança de Cazares a bola foi direta para o gol, sem haver qualquer toque. O meia Cazares seguiu sendo a principal válvula de escape e aos 10 colocou uma bola na trave em jogada rápida do ataque.

Na segunda etapa o Atlético voltou pressionando, mas sem sucesso. Até que aos 32, Churín que havia entrado na vaga do experiente Nelson Valdez, aproveitou a indecisão da zaga atleticana e em posição irregular encobriu o goleiro Victor. Só restava ao time alvinegro ir para cima para buscar o empate. Aos 45, Ricardo Oliveira recebeu passe de Chará, bateu de canhota para as redes, mas o bandeirinha marcou impedimento. Resultado negativo, festa paraguaia, vaias das arquibancadas e decepção na estreia da fase de grupos.

Atlético
Victor, Patric, Réver, Igor Rabello, Fábio Santos, Adílson (Vinícius), Jair (Nathan), Elias (Chará), Cazares, Luan, Ricardo Oliveira. Técnico: Levir Culpi

Cerro
Juan Carrizo, Candía, Escobar, Amorebieta, Arzamendia, Aguilar, Villasanti, Oscar Ruíz, Fede Carrizo (Espínola), Nelson Valdez (Diego Churín), Larrivey (Novick). Técnico: Fernando

Outro post

X