loading image

Atlético decepciona, joga mal e é superado pelo Nacional por 1 a 0 no Uruguai

X

Atlético decepciona, joga mal e é superado pelo Nacional por 1 a 0 no Uruguai


Foto: Miguel Rojo/AFP

Equipe sofre a segunda derrota em dois jogos e cai para a lanterna do grupo E

Repórter Luiz Gustavo

Em partida válida pela segunda rodada do grupo E, na fase de grupos da Copa Libertadores, o Atlético enfrentou o Nacional-URU na noite de terça feira (12) no Estádio Gran Parque Central, em Montevidéu. Apostando mais uma vez no time com três volantes, a equipe mineira deixou a desejar e perdeu com gol do atacante argentino, Bergessio.

O primeiro tempo foi de poucas chances. A equipe atleticana esperava as ações dos uruguaios. Os donos da casa não conseguiam chegar ao ataque, apostando num jogo mais de contato. A melhor chance foi protagonizada por José Welison aos 34 min que, após roubar a bola no meio-campo, subiu ao ataque e bateu forte da entrada da área. A bola caprichosamente explodiu na trave direita da meta uruguaia.

Disposto em pressionar o Atlético, mesmo consciente das suas limitações técnicas, o Nacional subiu a linha defensiva, aproximou os jogadores de meio-campo e ataque e aproveitou da atuação extremamente abaixo do esperado da equipe mineira. Responsável pelos gols e principal nome da equipe, o atacante Bergessio não desperdiçou a chance que teve e estufou a rede em uma finalização de cabeça. Aos 26 min, ao pressionar a saída de bola atleticana, Viña recebeu livre pela esquerda, fez um ótimo cruzamento para a área e viu o argentino se antecipar ao zagueiro Igor Rabello e não dar chances ao goleiro Victor.

Assim que sofreu o gol, o técnico Levir Culpi resolveu mudar de estratégia com a entrada de Chará e Guga nas vagas de Jair e Patric, mas já era tarde demais. A equipe tentou pressionar até o fim do jogo, mas não conseguiu assustar e muito menos alterar o placar. Resultado péssimo para as pretensões alvinegras e sinal de alerta vermelho ligado para as próximas rodadas.

Nacional
Conde, Zunino, Angeleri, Rafael García, Viña, Arzura, Gabriel Neves, Carballo, Santiago Rodríguez (Felipe Carvalho), Chory Castro (Kevin Ramírez), Bergessio (Sebastián Fernández). Técnico: Eduardo Domínguez

Atlético
Victor, Patric (Guga), Réver, Igor Rabello, Fábio Santos, José Welison (Alerrandro), Jair (Chará), Elias, Luan, Cazares, Ricardo Oliveira. Técnico: Levir Culpi

Outro post

X